6 comments on “Caminho a Santiago – Etapa 2 – Ponte de Lima / Redondela

  1. Meu amigo!!! és de facto único….. com que então “alvorada luminosa e sonora, o primeiro tombo, zona mexicana”.. muito bem.
    Continua, estás no bom caminho.
    Um abraço

  2. Espectacular amigo Valdemar. Esta crónica faz-nos reviver os bons momentos passados e os duros obstáculos que conseguimos vencer em conjunto (as árduas subidas, as quedas)! Não sabia do pormenor dos balneários femininos em Redondela! Um abraço

  3. Só vocês para me fazerem rir…
    Valdemar tens o dom da escrita… o Mário chegou a dizer para eu fazer a 2ª etapa, mas eu não conseguiria… explicas muito bem, fazes reviver cada momento quando lemos o texto… e ao mesmo tempo fazes rir nnn vezes pelas diversas situações que outrora nos fizeram ficar preocupados e mais tarde nos fizeram rir da situação, como o caso dos trambolhões e da credencial…
    Até te lembraste da “obra” que deixei no café da manhã… lolololololol… que me aliviou bastante… caso contrário teria que o fazer na Labruja… algures entre grandes subidas e muitos calhaus…
    O Oliveira, naquela manhã em Ponte de Lima estava ao rubro… o albergue mais parecia uma discoteca e quando deixou cair não sei bem o quê ao chão… foi o delírio total.
    Parabéns Valdemar pelo texto e pelo trabalho que tens tido com o blog, que está a ficar cada vez mais rico…
    Abraços para todos.

    PS: Hoje já me ri imenso e já reli por 3x o texto todo… e cada vez que o leio volto a rir-me… demais mesmo…

    Se não for pedir demais… força para o relatório da 3.ª etapa…

    E não esqueças que embora no 4.º dia não tenhamos pedalado praticamente nada (apenas do albergue para a Estação de Comboios de Santiago e do Comboio para casa), é também um dia digno de relato… não esqueçamos as figuras que fizemos na Estação de Vigo, as manias da funcionária da Estação de Santiago, o fulano que viajou ao lado do Oliveira, as amigas que o Mário e o Valdemar conheceram no comboio, os amigos que fizemos de Setúbal… o comboio vazio que chegou ao Porto ao rubro… totalmente cheio… estou certo que te lembrarás com maior detalhe de outros momentos e explicar os que aqui enunciei…

    VG

  4. Um grande lololololololololololololololololololol… à lanterna do Oliveira na alvorada da manhã de Ponte de Lima e à Zona Mexicana de Redondela…

    eheheheheheheheheheheheheheh …. e não me consigo parar de rir… já tenho o pessoal a olhar para mim… a dizer que também se querem rir… e eu já disse que foi uma anedota que recebi…

    eheheheheheheheheheheheheheh….

    lolololololololololol

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.