5 comments on “Baptismo do Francisco e o caminho da “febra”

  1. Oliveira

    Obrigado pela crónica mas como não participei, não me é fácil escolher as fotos pois não sei em que momentos elas se passaram.
    Tentei fazer o melhor que pude.
    Não conheço os novos elementos (estreantes ou não) e pelos vistos ninguém tirou fotos de perfil nem das bikes, para as galerias, excepto as do Francisco.

    Discordo de ti, pois o Francisco não foi o primeiro adolescente a pedalar connosco no monte.

    O Rui Pereira (filho) é um adolescente.

    Abraço,

  2. Apesar da adrenalina de alguns companheiros que foram comigo ao Trilho dos Moinhos, e fazer uma Grande parte do percurso sozinho e mais tarde acompanhado pelo José Paulo e depois do reforço pelo fiel amigo Boby, que me acompanhou enquanto teve pernas, acabo por concluir que fiz uma boa opção, face á beleza dos trilhos. Faltou-me contudo a V/ companhia. O percurso que escolheram parece-me ter sido bem mais duro e bom para as lojas e oficinas, venderem material. Só tive pena não ter este Grupo de amigos comigo no Trilho dos Moinhos. Boas pedaladas

  3. Quero aqui deixar uma nota!!! muito especial.. Já se torna viciante no dia a seguir ao nosso passeio Domingueiro saber quem vai fazer a crónica e o conteudo da mesma. Só que temos muito boa gente que se resguardam e não conseguem escrever um paragrafo.. e nem comentam as crónicas..
    Deixava-me mais feliz ver o feedback de todos os nossos companheiros.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.